THIS CONTENT IS
CURRENTLY UNAVAILABLE
Como Estudar e Pregar a Palavra de Deus

    

“prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda longanimidade e ensino.”( 2Tm 4:2).

Baixe Agora mesmo o Ebook Grátis

Como Pregar a Palavra de Deus

Ebook - Estudar e Pregar a Palavra de Deus
Ebook

 

 

COMO PREGAR A PALAVRA DE DEUS

Como pregar a Palavra de Deus - Estudar e Pregar a Bíblia é um dos maiores privilégios do cristão. Neste blog nos ocuparemos da hermenêutica bíblica usando recursos práticos e gratuitos num passo-a-passo simples. Aproveite e compartilhe nosso blog

 

No estudo abaixo você encontra de forma resumida e direta orientações para como preparar um sermão e como entregá-lo eficientemente. Leia-o atentamente!!!!!!

 

Que o Espírito Santo abençoe sua mente e seu coração enquanto você estuda este artigo.

Há material aqui é para o pregador, professor, e para aqueles que gostariam de conhecer melhor a sua Bíblia.

 

Mais adiante neste artigo sobre como pregar a Palavra de Deus, você verá dicas de Software para estudos bíblicos.

 

 

Sumário

COMO PREGAR A PALAVRA DE DEUS?

INTRODUÇÃO

I. PREGAÇÃO, OS PRÉ-REQUISITOS DE COMO PREGAR A PALAVRA DE DEUS

II. O PROBLEMA DE “O QUE PREGAR”

III. PREPARAÇÃO PARA A PREGAÇÃO

IV. O PADRÃO PARA O SERMÃO

CONCLUSÃO

 

 

COMO PREGAR A PALAVRA DE DEUS?

 

INTRODUÇÃO

 

A Palavra de Deus diz:

prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda longanimidade e ensino.”( 2Tm 4:2).

 

Guarde esta afirmação de um grande pregador:

"Eu preguei como nunca pregaria de novo, e como um homem morrendo para homens que morrem." - Richard Baxter, do século 17

 

Outro texto é encontrado em 2Tm 2:2:

e o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros”.

 

As citações bíblicas deste artigo “Como pregar a Palavra de Deus” são da tradução (Revista e Atualizada).

 

 

I. PREGAÇÃO, OS PRÉ-REQUISITOS DE COMO PREGAR A PALAVRA DE DEUS

 

e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra”.( 2Tm 3:15-17).

 

A. Aquele que pregar deve antes de tudo, ter um relacionamento pessoal com o Senhor Jesus Cristo. Ele deve saber a partir das Escrituras que ele foi salvo do pecado, e sabe o que significa confiar em Cristo para a salvação. Este é o ponto de partida de como pregar a Palavra de Deus.

 

B. Ele deve ser capaz de ensinar alguém o plano básico de salvação, isto é:

 

1. Deus te ama. João 3:16

2. Todos pecaram e precisam de salvação. Romanos 3: 23, Isaías 64: 6

3. Cristo morreu pelos nossos pecados. Romanos 5: 6-9

4. Cristo é o Filho de Deus e Deus Filho. Mateus 03:17, João 1: 1-14

5. Cristo ressuscitou e está vivo hoje. I Coríntios 15: 3,4

6. Cristo é o único caminho para o céu. João 14: 6 Atos 4:12

7. A salvação é um dom, não pode ser obtida por obras humanas. Romanos 6:23, Efésios 2: 8-9

 

 

D. Ele deve crer que a Bíblia é a Palavra de Deus, e que Deus prometeu honrar a Sua Palavra. Isaías 55:11

 

C. Ele deve manter uma vida devocional diário regular de leitura da Bíblia e oração. Você não pode falar de Deus se você não andar e falar com Deus.

 

E. Ele deve ter um bom testemunho e uma boa reputação, tanto perante a igreja e perante o mundo. (I Timóteo. 4:12)

 

F. Seu coração deve estar bem com Deus: nenhum pecado é autorizado a permanecer, quer por pensamentos, palavras ou ações. (Salmo 66:18, I João 1: 9).

 

G. Sua vida deve estar totalmente entregue ao Senhor Jesus Cristo (Romanos 12: 1,2).

 

"Prefiro ver um sermão do que ouvir;

Eu prefiro que um deva caminhar comigo do que simplesmente falar de um caminho.

O olho é um aluno melhor e mais dispostos do que o ouvido;

Belos conselhos são confusos, mas o exemplo é sempre claro;

Os melhores de todos os pregadores são os homens que vivem o que creem,

Para ver o bem posto em ação é o que todo mundo precisa. "

Edgar Guest

 

II. O PROBLEMA DE “O QUE PREGAR”

 

" ...e ai de mim, se não anunciar o evangelho”(1Co 9:16)

“prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda longanimidade e ensino.”( 2Tm 4:2).

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura”(Mc 16:15)

 

A. É pela mensagem do Evangelho que somos salvos. 1 Co. 15: 1-4

B. Os fundamentos do Evangelho são:

 

  • O fato de que Deus é santo e o homem é pecador.
  • Cristo morreu e ressuscitou, levando o castigo pelos nossos pecados.
  • Os melhores esforços do homem todos ficam aquém, e estamos irremediavelmente perdidos se confiarmos na nossa própria bondade e esforços.
  • A graça de Deus oferece uma salvação gratuita que não pode de forma alguma ser obtida ou merecido.
  • Devemos chegar a Cristo humildemente confiando somente nEle para a nossa salvação.
  • Devemos recebê-la como um dom gratuito.
  • Nossa segurança da salvação, perdão e o Céu são baseados na Palavra de Deus. João 5:24, 1 João 5:13

 

Como Pregar a Palavra de Deus eficientemente? Como saber que fui eficiente na pregação da Palavra de Deus? Podemos afirmar que pregamos eficientemente quando o Espírito Santo:

 

  • Convence o pecador da verdade das Escrituras
  • Convence do pecado na vida, e
  • Converte a pessoa para que ela confie não em si mesma, mas em Cristo para sua salvação,
  • Muda a vida interior e exteriormente(Regeneração e Conversão).

 

Pregar o Evangelho é a nossa parte. Somente o Espírito Santo de Deus é capaz de convencer, converter e mudar vidas.

O Evangelho pode ser anunciado com uma história da Bíblia, como por exemplo:

 

  • Naamã - 2 Reis 5: 1-14
  • A Serpente de Bronze – Números 21: 5-9
  • Nicodemos - João 3: 1-18
  • O filho pródigo - Lucas 15: 11-24
  • O Carcereiro de Filipos - Atos 16: 22-34

 

Ou textos, tais como:

 

  • João 1:12 - Quem são os filhos de Deus?
  • João 3: 16-18 -  O pecado imperdoável - incredulidade de terminal
  • João 3:36 - Os únicos dois grupos de pessoas no mundo
  • João 5:24 - Passou da morte para a vida!
  • João 6:37 - Um convite com uma promessa
  • Romanos 1:16 - O Poder de Deus (Gr Dunamis -. De energia)
  • Romanos 4: 5,21 – A Graça de Deus e a nossa Fé
  • Romanos 5: 6-9 - Cristo morreu pelos ímpios: (nós, Você e eu)
  • Romanos 6:23 -  O Salário do Pecado.
  • Romanos 10: 9,10,13 – Confissão aberta.

 

 

B. É a pregação e ensino da Palavra de Deus que produz o crescimento espiritual. I Pedro 2: 2, II Pedro 1: 2-8

 

C. Como Pregar a Palavra de Deus efetivamente? Esteja alerta para as necessidades espirituais do grupo ao qual você estará falando.

 

Que tipo de cidade é a nossa? Como pregar a Palavra de Deus?

 

Quando o Apóstolo Paulo chegou em Atenas ele trouxe uma mensagem para uma cidade imersa na idolatria. Não é o propósito deste estudo fazer um exame da passagem(isto você poderá fazer clicando aqui), mas cada palavra do Apóstolo Paulo na pregação era uma resposta de Deus àquela cidade.

 

Leia a passagem bíblica:

 

“Enquanto Paulo os esperava em Atenas, o seu espírito se revoltava em face da idolatria dominante na cidade.

Por isso, dissertava na sinagoga entre os judeus e os gentios piedosos; também na praça, todos os dias, entre os que se encontravam ali.

E alguns dos filósofos epicureus e estóicos contendiam com ele, havendo quem perguntasse: Que quer dizer esse tagarela? E outros: Parece pregador de estranhos deuses; pois pregava a Jesus e a ressurreição.

Então, tomando-o consigo, o levaram ao Areópago, dizendo: Poderemos saber que nova doutrina é essa que ensinas?

Posto que nos trazes aos ouvidos coisas estranhas, queremos saber o que vem a ser isso.

Pois todos os de Atenas e os estrangeiros residentes de outra coisa não cuidavam senão dizer ou ouvir as últimas novidades.

Então, Paulo, levantando-se no meio do Areópago, disse: Senhores atenienses! Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos;

porque, passando e observando os objetos de vosso culto, encontrei também um altar no qual está inscrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Pois esse que adorais sem conhecer é precisamente aquele que eu vos anuncio.

O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas.

Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma coisa precisasse; pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais;

de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação;

para buscarem a Deus se, porventura, tateando, o possam achar, bem que não está longe de cada um de nós;

pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração.

Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, à prata ou à pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem.

Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam;

porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio de um varão que destinou e acreditou diante de todos, ressuscitando-o dentre os mortos”.(Atos 17.16-31).

 

Como pregar a Palavra de Deus? Assim com em Atenas, nossa cidade está imersa na idolatria. É necessário conhecer um pouco sobre a cultura da cidade, especialmente a cultura religiosa01

 

Outros aspectos a considerar. Por exemplo, as características da nossa audiência:

 

  • Eles são apenas frequentadores da igreja?
  • São ausentes dos cultos?
  • São cristãos jovens?
  • São cristãos maduros?
  • Não são cristãos?
  • São conhecedores da Bíblia?

 

D. Espírito de oração, de busca nas Escrituras a direção de Deus, do que você deve pregar.

 

E. Leve em consideração toda a ocasião especial no calendário, na notícia, ou na vida da igreja. Isso é muitas vezes proveitoso para a introdução da mensagem.

 

F. Manter um arquivo de notebook ou disco de ideias para sermões. Se você ter uma ideia durante a sua leitura diária da Bíblia, anote-a para pesquisar mais tarde.

 

Aprenda a tomar notas sobre sermões que ouve ou lê. (Mantenha os que são bons, se livre do resto). Volte a este arquivo de ideias quando você precisar preparar um sermão.

 

G. Lembre-se que em cada congregação pode haver:

 

  • Pecadores que precisam de salvação
  • Crentes que sofrem e precisam de conforto
  • Afastados da fé que precisam de restauração
  • Carnalidade que precisa ser repreendida
  • Erros que precisam de ser corrigidos
  • Pessoas que estão confusas, sentido necessidades diversas
  • Aqueles que precisam de ter a certeza de que o Senhor é real, e que a Sua Palavra é verdade.

 

 

PORTANTO, NÃO PREGUE SUAS DÚVIDAS, ou a sua doenças, ou suas noções, suas opiniões, sua política ou seus pontos vista, MAS PREGAR A PALAVRA DE DEUS com toda a autoridade que vem dEle!

 

“Pois não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor; e a nós mesmos como vossos servos por amor de Jesus”.

(2Co 4:5)

 

III. PREPARAÇÃO PARA A PREGAÇÃO

 

“Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”. (2Tm 2:15)

 

O que é preciso para preparar uma pregação eficaz?

 

A. Ter um objetivo ou meta. O que você quer que aconteça na vida dos ouvintes? Se você não visa nada, você terá a certeza de que nada será alcançado.

 

O que você pode querer:

 

  • Ganhar pessoas para Cristo
  • Fortalecer os novos cristãos
  • Ensinar alguma doutrina específica
  • Promover um maior amor e adoração ao Senhor
  • Ajudar em alguma área da vida pessoal
  • Expor algum erro doutrinário ou litúrgico
  • Desafiar os crentes a viver vidas dedicadas
  • Exortar os crentes a servir a Cristo de alguma forma específica

 

 

B. Você deve ter uma base bíblica para sua mensagem

 

Existem três principais tipos de sermões:

 

Tópico - Um tema ou assunto, mas usando um número de partes da Bíblia para desenvolver o ensino geral da Bíblia sobre o assunto.

 

Bons recursos estão disponíveis para isso como a Bíblia Thompson de Referência e outros.

 

Textual - Este método desenvolve um esboço de um único verso ou uma curta passagem da Escritura. Você vai querer verificar léxicos de significados de palavras e referências cruzadas para outros versos que vão ajudar no entendimento da passagem.

 

Expositivo - O ensino de um livro ou passagem da Bíblia, geralmente como uma série de mensagens. Exposição consecutiva em que não permite que você montar algum hobby ou evite passagens difíceis. Este é um dos mais difíceis e exigentes tipos de sermão e certamente um dos que mais edificam.

 

DICAS RÁPIDAS DE INTERPRETAÇÃO:

 

C. Não force a Bíblia para atender às suas opiniões. Deixe que a Bíblia lhe ensinar.

 

Quando o sentido claro das Escrituras faz sentido comum, não procure outro sentido, ou você pode ter um disparate.

 

D. Cada texto deve ser interpretado à luz do seu contexto.

 

O contexto vai te ajudar muito a compreender a Escritura. Não só o que que está escrito, mas de quem e para quem, com que palavras, em que momento, aonde, com que intenção, em que circunstâncias, considerando o que vai adiante, e o que vem antes.

 

E. Esteja ciente das diferenças.

 

  • Preste atenção se Deus, o homem ou Satanás está falando.
  • Saber a diferença entre a verdade Velho & Novo Testamento
  • A.T. Judaísmo. Obedecer e você será abençoado.
  • N.T. A Igreja. Você tem todas as bênçãos em Cristo. A obediência é por amor e gratidão
  • É a passagem que fala a crentes ou não salvos?
  • É uma parábola (história com um significado) ou um evento?
  • É apropriado para hoje?

 

F. Tenha em mente algumas definições de termos.

 

  • REVELAÇÃO – É Deus se dando a conhecer.
  • INSPIRAÇÃO – É Deus movendo servos dEle a escrever a revelação.
  • ILUMINAÇÃO - é Deus pelo seu Espírito capacitando os pecadores a compreender sua Palavra.
  • INTERPRETAÇÃO - é determinar o que a passagem significava quando foi escrita.
  • APLICAÇÃO - é a maneira como usamos uma porção da Escritura para atender a uma necessidade atual.

 

Existe apenas uma interpretação correta para qualquer porção da Bíblia, mas pode haver muitas aplicações.

 

G. Faça anotações! Blocos de notas!

(Se você está fazendo isso no computador suba-os para a ‘nuvem’).

 

  • Recolher as suas ideias, versos-chave, cotações, poemas, ilustrações, etc.
  • Espalhe-os
  • Orar sobre isso,
  • Coloque-os em ordem.

 

Dwight L. Moody anotava tudo o que via, ouvia e percebia.

 

“Estou o tempo todo revisando os meus sermões, tirando um pouco aqui e adicionando um pouco lá. Dessa forma eles nunca ficam muito velhos. Eu nunca tenho vergonha de repetir um sermão". D.L.MOODY

 

DESENVOLVER SUA MENSAGEM

Desenvolva para um clímax, e não apenas uma conclusão.

MANTENHA sua meta, seu objetivo em mente.

 

A mensagem não é três pontos e um poema. Não é uma maneira de encher-se 30 minutos de tempo na Igreja.

As pessoas vêm para ouvir uma mensagem de Deus para as suas almas. Não nos atrevamos a dar-lhes nada menos que isso.

 

 

IV. O PADRÃO PARA O SERMÃO

 

"Visto como na sabedoria de Deus o mundo pela sua sabedoria não conheceu a Deus, aprouve a Deus pela loucura da pregação para salvar os que crêem." (1 Co. 1:21)

 

"Que tudo seja feito com decência e ordem". 1 Co.14: 40

 

A. Um sermão deve ter uma introdução.

 

Muitas vezes, a introdução vai fazer a diferença em se a congregação vai prestar atenção ou não no sermão.

 

Os efeitos da introdução:

 

  • Para obter a atenção das pessoas
  • Para despertar o interesse no assunto
  • Para introduzir o seu texto ou tópico
  • Para relacionar o assunto com uma ocasião
  • Para fazer as pessoas querem ouvir

 

 

A introdução pode ser:

 

  • A pergunta retórica - um que você vai responder
  • Seu texto
  • Uma observação ou ilustração
  • Uma citação sobre o assunto. (Você pode concordar ou discordar com a pessoa citada.)
  • O background de sua passagem bíblica

 

B. Um sermão precisa de um corpo bem organizado da verdade.

 

O povo de Deus não vai passar fome e os não-salvos não vão embora sem saber de sua necessidade de Cristo como Salvador, se o pregador organizar bem o corpo de seu sermão.

 

Um simples esboço disso é:

 

Afirmar a verdade - Ilustre a verdade - Aplicar a verdade

 

C. Um sermão deve ter um clímax, e não apenas uma conclusão.

 

Todo o sermão deve ser composto nesta direção.

Eu ouvi um pregador entregar uma excelente mensagem, com uma ilustração tocante com o objetivo de levar uma pessoa a Cristo em seu leito de morte. O objetivo foi conseguido, mas o pregador tinha mais em seu esboço, e ele passou a tratar de outros assuntos. Ele poderia ter dado um convite no final da ilustração, e esquecido pelo resto de sua estrutura de tópicos, e ele teria sido muito mais eficaz.

 

D. A conclusão de um sermão deve amarrar tudo no sermão, e termina com um convite ou um desafio.

 

Um sermão deve ter apenas um CONCLUSÃO!

 

E. Um sermão é uma mensagem da Palavra de Deus que deve informar a mente, agitar as emoções, e mover a vontade para a ação ou uma decisão.

 

CONCLUSÃO:

 

  1. Nunca vá a frente pregar sem que estejas convicto ter alcançado os pre-requisitos apresentados neste estudo.
  2. Nunca pregue qualquer coisa que não seja a Palavra de Deus.
  3. Nunca assuma que todos os que estão à sua frente são realmente salvos. Sempre pregue o Evangelho a elas de alguma forma.
  4. Nunca deixe de aperfeiçoar no que faz.

 

 

M. Ilton Marcos

 

Curso de Evangelismo

Curso de Evangelismo com o Pr Luiz Martins Cardoso

Ilton      quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

O Propósito das Escrituras - John Piper

Excerto com John Piper - o Propósito das Escrituras

Ilton      terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Como Escolher um Texto da Bíblia para Estudar e Pregar a Palavra de Deus

Neste artigo, vamos aprender Como Escolher um Texto da Bíblia para Estudar e Pregar a Palavra de Deus com dicas de delimitação da passagem.

Conecteca da Vida      segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Tradução da Bíblia - Entendendo de forma simples os Princípios de Tradução

Tradução da Bíblia - Entendendo de forma simples os Princípios de Tradução

Conecteca da Vida      quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Coragem é o Requisito Indispensável a todo Verdadeiro Ministro

Coragem é o Requisito Indispensável a todo Verdadeiro Ministro

Conecteca da Vida      segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Guia Bibliográfico para Exegese do Novo Testamento

Guia Bibliográfico para Exegese do Novo Testamento

Ilton      segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Um Esboço para Hermenêutica Avançada

Um Esboço para Hermenêutica Avançada - Um Passo-a-passo para interpretar uma passagem determinando o significado do texto - por Henry A. Virkler

Conecteca da Vida      sábado, 28 de janeiro de 2017

Como Aprender a Estudar a Bíblia - Sua Bíblia Merece Confiança?

Como Aprender a Pregar - Sua Bíblia Merece Confiança?

Coneteca da Vida      sábado, 21 de janeiro de 2017

Os 07 Princípios da Exegese Bíblica - por Stuart Olyott

Os 07 Princípios da Exegese Bíblica - por Stuart Olyott Neste artigo estão resumidos os 07 Princípios que todo exegeta deve lançar mão para a Interpretação fiel das Escrituras Sagradas.

Conecteca da Vida Compartilha - Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Qual o tempo necessário para preparar um sermão?

Qual o tempo necessário para preparar um sermão?

Conecteca da Vida Compartilhando - Dave Harvey      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 7) De que maneira esta passagem aponta para Cristo?

Princípios de Exegese Bíblica 7) De que maneira esta passagem aponta para Cristo? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação P

Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 6) Outras passagens da Bíblia trazem luz a esta passagem?

Princípios de Exegese Bíblica 6) Outras passagens da Bíblia trazem luz a esta passagem? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação P

Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 5) Qual o contexto histórico?

Princípios de Exegese Bíblica 5) Qual o contexto histórico? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação P

Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 4) Qual é o contexto imediato e o mais amplo?

Princípios de Exegese Bíblica 4) Qual é o contexto imediato e o mais amplo? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação P

Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 3) Em que tipo especifico de literatura se encontram as palavras da Bíblia?

Princípios de Exegese Bíblica 3) Em que tipo especifico de literatura se encontram as palavras da Bíblia? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação P

Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 2) Qual o signifcado gramatical das palavras?

Princípios de Exegese Bíblica 2) Qual o signifcado gramatical das palavras? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação Pura e Simples

Stuart Olyott      quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - 1) O que Deus espera de mim quando me envolvo nesta tarefa?

Princípios de Exegese Bíblica 1) O que Deus espera de mim quando me envolvo nesta tarefa? Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação Pura e Simples

Stuart Olyott      terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Princípios de Exegese Bíblica - Introdução - Stuart Olyott

Princípios de Exegese Bíblica Introdução Conheça os princípios exegéticos Bíblicos que devem governar o estudo da Palavra de Deus com, Stuart Olyott em um trecho do seu livro: Pregação Pura e Simples

Stuart Olyott      terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Hermenêutica Reformada das Escrituras - Como interpretar a Bíblica com os Reformados

Hermenêutica Reformada das Escrituras - Como interpretar a Bíblica com os Reformados - Orare e labutare foram palavras empregadas por Calvino para resumir a sua concepção hermenêutica. Com estes termos ele expressou a necessidade de súplica pela ação ilum

Conecteca da Vida      segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O que é, Qual o Propósito e Qual o Objetivo da Pregação

O que é, Qual o Propósito e Qual o Objetivo da Pregação - Resume de forma clara e bem objetiva o que o Novo Testamento diz sobre o meio oficial de transmissão da Palavra de Deus.

Ilton      quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

@ 2017 by Conecteca da Vida